Home
Quem Somos
Biblioteca
Revista dos Pesquisadores
NEABs
Congressos
Posgraduação
Pesquisadores
Links
Contato

ANAIS DO PRIMEIRO CONGRESSO DE BAIANO DE PESQUISADORES NEGROS

PROGRAMAÇÃO

15/11/2007– Abertura

Conferência de abertura - 19:00h

Abdias Nascimento

Faculdade de Direito da UFBA

Rua da Paz, s/n, Graça, CEP. 40150-140 SSA/BA

16/11/2007 e 17/11/2007

Mesas e Conferências

Escola de Enfermagem (UFBA) Rua Augusto Viana, s/n. Canela CEP. 40110-060 SSA/BA

Instituto Ciências da Informação – Biblioteconomia – (UFBA) Av. Reitor Miguel Calmon s/n. Canela CEP. 40110-100 SSA/BA

17/11/2007– Encerramento

Assembléia Geral da APNB - 19:00h

Conferência de encerramento

Profª Drª Maria de Lourdes Siqueira - 20:30h - CONFERENCIA DE ENCERRAMENTO

Faculdade 02 de Julho

Av. Leovigildo Filgueiras, n°81, Garcia

GT: * GÊNERO E RAÇA: DESAFIOS E REPRESENTAÇÕES

Dia 16/11/2007 -

Auditório de Enfermagem

Das 8:30 às 10:30

Sessão de Comunicação 1 - Mulheres e Enfrentamentos

Coord: Jesiel Ferreira

1. Daniela Galdino Nascimento (UNEB). A luta pela (com a) escrita: o processo criador em Alda Lara, Alda Espírito Santo e Noémia de Sousa

2. Claudia Freitas Góes (UCSAL). As mulheres negras brasileiras das militâncias femininas da década de 80

3. Valdiria Lopes Virgens (ANIPbr). Mulheres do Curuzu: cotidiano quilombola, historicidade e orixás

4. Jeruza Jesus do Rosário (UNEB).A mulher pescadora na Baia do Iguape/Bahia

5. Nadja Mª Amado de Jesus e Sheila de Oliveira Ferreira (FACE) Gênero, etnia e educação: a interiorização do ensino superior na Bahia como fator de emancipação da mulher negra.

Das 10:45 às 12:45

Mesa Redonda 1 - Representação e Literatura

Coord. Raimunda Bedasce

1. Maria Nazareth Fonseca (UFMG) Vozes em (des)compasso na literatura afro-brasileira

2. Raimunda Bedasce (UEFS) Carolina de Jesus: resgate necessário de um diário

3. Ana Rita Santiago Silva (UFBA) Escritoras negras: Entre a invisibilidade e a resistência

4. Fabiana L. Peixoto (UFBA) Formas brancas, alvas e claras? A abordagem de Cruz e Sousa em livros didáticos de literatura do ensino médio

5. Alberto Heráclito F. Filho (UEFS) Negros e mulatos na Faculdade de Medicina da Bahia no séc. XIX: os limites raciais da meritocracia educacional

Das 14:30 às 16:30

Sessão de comunicação 2 - Representações literárias

Coord: Cleidinalva Carneiro da Silva

1. Roziane Aguiar dos Santos As relações étnico-raciais na sala de aula: uma pesquisa etnográfica com os estudantes da 3ª série do ensino médio da cidade de Itaju do Colônia (UESC).

2. Guacira Cavalcante Oliveira. O uso da literatura infanto-juvenil afro-descendente na sala de aula (UFBA)

3. Eliana Sales Vieira Questões raciais nas crônicas de Lima Barreto (UFBA)

4. Cleidinalva Carneiro da Silva A representação do negro na obra Canaã (UFBA)

5. José Henrique de Freitas Quilombos pós-modernos: representações contra-discursivas na cultura mana contemporânea (UNEB)

Das 16:45 às 18:45

Mesa Redonda 2 - Identidade, mestiçagem e branquitude

Coord: Marcos Aurélio Souza

1. Iracema Luiza de Souza Discurso e identidade: o que e ser negro em contexto afrobaiano (UFBA)

2. Marcos Aurélio Souza Mitos raciais na música negra americana: Bob Marley e Racionais MC’s (UESB-UFBA)

3. Amarino Oliveira Souza O oral e o inscrito: emergência das literaturas africanas em língua (UEFS)

4. Jesiel Ferreira de Oliveira A arma da mestiçagem: ‘raça’ e poder no Atlântico Negro Tropical (UFBA).

5. Lúcio O. A. Oliveira Expressões de vivência da dimensão racial de pessoas brancas: representações de branquitude entre indivíduos brancos (UFBA).

GT: GÊNERO E RAÇA: DESAFIOS E REPRESENTAÇÕES

Dia 17/11/2007

Das 8:30 às 10:30

Sessão de Comunicação 4 - Gênero e política

Auditório de Enfermagem

Coord: Vanda Machado

1. Andréia Beatriz S. dos Santos (UEFS) Políticas Públicas e mulheres negras: uma reflexão sobre gênero e recorte racial

2. Tatiana Faria de Jesus (UEFS/UFBA) Gênero, poder e política: participação feminina e luta sindical em Feira de Santana (1989-2001)

3. Taíse dos Anjos Santos A presença do racismo na trajetória de mulheres negras no mundo do trabalho: possíveis contribuições da psicologia

4. Altair dos Santos Paim (UFBA) Secretariado: o fenômeno da discriminação nos processos seletivos

5. Jaqueline Santana N. dos Santos (UEFS) Perfil das Professoras gestoras e o empoderamento na sua vida

Sessão de Comunicação 5 - Histórias de Gênero – Enfermagem – sala 126

Coord: Fabiana Peixoto

1. Anarleide Cruz Menezes (UESC) O terreiro Matamba Tombenci Neto: espaço de promoção da paz

2. Alexandra Vieira de Carvalho (UFBA) Discursos sobre o liberto no período republicano

3. Cléa Conceição Borges (UFBA) Adesão ao uso dos métodos contraceptivos por mulheres segundo raça/cor e religião

4. Lindinalva Amaro Barbosa (UNEB) Pelas águas do Atlântico, navegam versos de liberdade: ecos pan-africanistas na literatura feita no Brasil

Das 10:45 às 12:45

Mesa redonda 3 - Política, mídia e raça - Auditório de Enfermagem

Coord: Cloves Luis Pereira Oliveira

1. Cloves Luis Pereira Oliveira (UEFS-UFBA) O choque político do ano: a imprensa e a eleição de Celso Pitta para a prefeitura de São Paulo de 1996

2. Rócio Castro Kustner (UNEB) Reflexão sobre o desenvolvimento histórico do sistema de dominação de gênero e raça

3. Rosemere Ferreira da Silva (UFBA) Intelectuais, Estado e a política brasileira no séc. XX

4. Marcos Bispo Santos (UFBA) Contradiscursos: a argumentação em textos da mídia sobre a política de cotas para negros em universidades públicas

5. Sayonara Amaral ( UNEB - UFBA) Mv Bill: o intelectual negro nas esferas da insurgência

Mesa Redonda 4 - Distintas representações - Enfermagem – sala 126

Coord: Meire Lucia Alves Reis

1. Letícia Mª de Souza Pereira (UFBA) Eclats Noir du Samba: Olhar francês, influência africana…música brasileira!

2. Meire Lucia Alves Reis (UNEB) Notícias da África na Bahia

3. Claudia Regina de Paula URRJ O silêncio da cor: Masculinidade negra e docência nas séries iniciais

4. João Evangelista Nascimento Neto (UNEB) O auto da compadecida: Cristo Negro

5. Luciana Falcão Lessa (UNEB) Irmandade da Boa Morte: re-significação das instituições femininas

DAS 14:30 às 16:30

Sessão de Comunicação 6 - Literatura e racismo - Auditório de Enfermagem

Coord: Maria Nazareth Fonseca

1. Carla Cristina Carmo dos Santos (UFBA). A questão racial na assistência pré-natal: um estudo reflexivo

2. Ivanilde Guedes de Mattos (UNEB) .Ideologias racistas e o corpo negro

4. Wanderley Moreira dos Santos (PUC-SP) Do corpo estranho, do devir-negro

5. Alan Fernandes de Souza (UFPB) A crítica literária e as relações raciais no Brasil

6. José Helber Tavares de Araújo (UFPB) Considerações sobre dois poemas negros no Modernismo

DAS 16:45 ás 18:45

Mesa Redonda 5 - Raça, Gênero e Sexualidade - Auditório de Enfermagem

Coord: Rachel de Oliveira 1. Rachel de Oliveira (UESC) Crianças negras: elas continuam na escola! Por quê?

2. Maria Anoria de J. Oliveira (UNEB/UFPB) A literatura infanto-juvenil e a lei 10639/03 os delicados fios da tessitura dos protagonistas negros

3. Claudilene Maria da Silva (UFPE) A influência da percepção das identidades de gênero e étnico-racial de professoras negras em sua atuação pedagógica

4. Lícia Maria de Lima Barbosa UNEB (UFBA) Raça, gênero e sexualidade: concepção e metodologia no Projeto Escola Plural: diversidade está na sala

5. Lívia Natália Santos ( UESC) Da urdidura à trama: emergências do corpo na poesia afrodescendente de autoria feminina

Sessão de Comunicação 7 - Corpos literários - Enfermagem – sala 126

Coord: Maria Anória

1. Andréa Ribeiro da S. Lessa. Virgem! Que negro(a) preto(a)? Assunta!: relações raciais, honra e tensões nos relacionamentos amorosos em Santo Antonio de Jesus – BA (1890-1940)

2. Eny Kley de Vasconcelos Farias (ANIPbr) Mulher Felipa de Oliveira: heroína negras da independência da Bahia

3. Liliane Vasconcelos de Jesus (UFBA) O feiticeiro’ discussão da afro-baianidade em Xavier Marques

4. Valeria Marta Ribeiro Soares (UEFS). Representações de Negro na Contística Lobatiana

5. Consuelo Silva Almeida (UNEB) A mulher do mingau: Salvador no período pós-abolição.

GÊNERO E RAÇA: DESAFIOS E REPRESENTAÇÕES

SESSÃO DE POSTERS 1

DIA 16/11

* Daniela Lumi Nascimento Watanabe (UNEB) - Sto Antonio de Jesus Entre na Roda, Câmara: a capoeira como elemento de resistência e construção identitária via coletividade

* Flaviane Ribeiro Nascimento (UEFS) Pelos bons serviços que me tem prestado: as cartas de alforria como fonte para estudo da negociação o sistema escravista

* Laila Rodrigues dos Santos (UEFS) O Feminino no universo do Samba de Roda e Capoira na década de vinte (1919-1929) em Salvador

* Michelle Caroline M. Mansur (UESC) A trajetória social da população afro-brasileira no período pós-abolição sob a perspectiva de Lima Barreto (1889-1922)

* Ariana Mendes Batista Rita de Cássia de Sena Carvalho (UNEB) -

* Xiquexique O Lugar dos sonhos na escrita literária de Mia Couto

* Elque Conceição dos Santos FJA Eregêge Tieta, uma afrodite baiana?

* Francineide Santos Palmeira (UFBA) Vozes Femininas Negras: Maria Firmina dos Reis, Carolina Maria de Jesus e Conceição Evaristo

* Silvana Santos Bispo – Mulher negra, uma outra história: reflexões sobre a formação do movimento de mulheres feministas negras em Salvador

SESSÃO DE POSTERS 2

DIA 17/11

* Isabelle de Jesus Celestino (UESC) As representações do Negro na Imprensa Eletrônica de Ilhéus e Itabuna

* Jober Pascoal Souza Brito (UFBA) A Bahia cantada e as interações de Exu e Obaluaê na formação artístico-musical de Carlinhos Brown

* Kelly Ane Evangelista Santos (UFBA) Vertentes temáticas presentes na produção discursiva de Agostinho Neto e Costa Andrade

* Leila Soares de Sá Mota (UESC) O preconceito racial no filme Quase Deus: duas leituras, um caminho

* Liliane Tavares Santos Movimento Negro Coleta seletiva e qualidade de vida

* Mayara Pláscido Silva (UEFS) Pretas e criminosas: papéis femininos e violência do sertão baiano

* Priscila Dias do Nascimento (UNEB) - Alagoinhas O Candomblé em Alagoinhas: caminhos da escuridão

* Regina Costa Farias (UFBA) Pérolas Negras Ensino de História da África e elevação da auto-estima

* Simone de Jesus Santos (UFBA) Metapoema: Literatura Negra nos versos de Cuti, Edmilson e Oliveira

* Tércia Oliveira Coelho (UESC) Os currículos de graduação da UESC e Relações étnico-raciais: um embate entre teoria e prática

GT DESENVOLVIMENTO HUMANO E RACISMO

Dia 16/11/2007- Enfermagem - sala 122

Das 8:30 ás 10:30

Sessão de Comunicação 1 - Racismo e territórios

Coord. Luis Tomás Domigos

1. Mirian Neves Real (UNEB) Ressocialização de presidiários: um estudo sobre ações pedagógicas no presídio regional de Feira de Santana

2. Laureci Ferreira da Silva. (UFBA) Leitura e escrita: outro olhar

3. Lucia Marsal Guimarães Silva. (UNEB) Afro- descendente e o reconhecida da identidade entre estudantes jovens e adultos

4. Cristiane Andrade Fernades. (SMEI) Adolescentes negros em conflitos com a lei

5. Joilson Cruz da Silva (CEFET-Ba ) As comunidades remanescentes de quilombos e a preservação ambiental

Das 10:45 às 12:45

Mesa Redonda 1 - Desenvolvimento humano economia e liberdade Coord. Nilo Rosa

1. Carmelia Aparecida Silva Miranda (UNEB). Fragmentos lembranças e narrados: história da comunidade negra rural de Tijuaçu - BA

2.Rita de Cássia Ribeiro de Queiroz (UNEB). Cartas de alforria: instrumentos de liberdade ou opressão

3. Nilo Rosa dos Santos (UEFS) Desenvolvimento sem liberdade não é possível

4. Silvio Humberto Passos Cunha (UEFS). A economia política das relações raciais no Brasil

5. Antonia dos Santos Garcia (IPPUR) Racismo segregação urbana e políticas públicas

6. Elias Oliveira Sampaio ( UFBA/PRODEB) Racismo institucional: da reflexão conceitual à implementação de políticas públicas de caráter afirmativo no Brasil

Das 14:30 às 16:30

Sessão de Comunicação 2 - Políticas Públicas

Coord. Walter Altino

1.Walter Altino de Souza Junior (UFBA) O Ilê Aiyê e a relação com o Estado

2. Mercia Maria Aquino de Queiroz (UFBA) A cor de Salvador nos organismos gestores do turismo cultural

3. Emanuelle Freitas Góes. (UFBA) Desigualdades raciais e homicídios entre jovens da região metropolitana de Salvador

4. Maria Estela Rocha Ramos. (UFBA) Bairro da Liberdade em Salvador: história, narrativas, memórias para formação de um conceito de urbano

5. Cinthia Rosa Silva dos Santos.(UFBA). A construção de bibliotecas públicas na periferia de Salvador.

Das 16:45 às 18:45

Mesa Redonda 2 - Racismo, educação e poder

Coord. Valdélio Santos Silva

1. Wlamyra Ribeiro de Albuquerque. Conserve-se a palavra senhor: O fim da escravidão e a racialização das relações sociais no Brasil (UEFS).

2. Valdelio Santos Silva. As surpreendentes descobertas da pesquisa etnográficas em um território quilombola do médio são Francisco (UNEB- UFBA)

3. Ione Celeste de Souza. Planos de Cursos elaborados para os Cursos Normais (UESB).

4. Rosângela Souza da Silva. Entre demandas e ações : o/a professor/a e as relações étnico-raciais no espaço escolar (UEFS/FACE)

5. Lidia Nunes Cunha. Currículo (nada) oculto: populações negras no currículo escolar dos anos 20 e 30 (UESB)

GT DESENVOLVIMENTO HUMANO E RACISMO

Dia 17/11/2007 Enfermagem - sala 122

Das 8:30 às 10:30

Sessão de Comunicação 3 – Racismo

Coord. Vera Regina Rodrigues da Silva

1. Eliane Fátima Boa Morte do Carmo. (UNEB) O Curso de Extensão em Direitos Humanos.

2. Auxiliadora Maria Martins da Silva. ( EUFP) PCRI – Programa de combate ao racismo institucional.

3. Christiane Silva de Vasconcelos e Ana Amélia de Paula Laborne. (UFMG) Discussão acerca das práticas e bases epistemológicas das ciências sociais.

4. Vera Regina Rodrigues da Silva ((URCAMP) Entre o pampa e a serra gaúcha

5. Tânia Regina Braga Torreão Sá (UESB) (Re)produção dos discursos étnicos e a reterritorialização

Das 10:45 às 12:45

Mesa Redonda 3 - Desenvolvimento Humano e o Estado

Coord. Célia Sacramento

1. Antonio Cosme. (UFBA). Os organismos de promoção da igualdade

2. Maria de Lourdes Siqueira. (UFBA) A diversidade étnico-cultural brasileira e algumas dimensões da concepção de desenvolvimento na diáspora.

3. Sergio São Bernardo. (UNB). Identidade racial e direito á diferença Xangô e Thêmis.

4. Célia Sacramento(UEFS) A atividade pratica dos estudantes universitários dos cursos da área das ciências sociais aplicadas

5. Luiz Alberto Silva dos Santos (SEPROMI) O negro nos espaços de poder: táticas e estratégias

Das 14:30 às 16:30

Sessão de Comunicação 4 - Políticas Públicas

Coord. Kleber Luis da Silva

1. Quessia Paz Rodrigues(UFBA)Desigualdades de gênero e raça no acesso aos serviços de saúde

2. Karine De Souza O. Santana. (FACCEBA) Construindo conceitos de “saúde da população negra” – pesquisa sociopoética

3. Kleber Luis da Costa Leitão (UFBA) Reincidência ou morte: estigmatização dos egressos penitenciários afrodescendentes em Salvador - Ba

4. José Barbosa da Silva Filho (UFF) O serviço social e o negro na sociedade brasileira

5. Gildete Farias Conceição UFBA) Infância, educação e habitação

6. Antônio Carvalho Costa (PUC- SP) Cantos de libertação: vozes de mulheres quilombolas em Eldorado Paulista, Vale do Ribeira – SP

Das 16:45 ás 18:45

Mesa Redonda 4 - Desenvolvimento Humano e Cultura na Diáspora

Coord. Nilo Rosa

1. Jocélio Teles dos Santos. UFBA. A cultura no poder e o poder da cultura. A construção da disputa simbólica da herança cultural negra no Brasil

2. Ana Célia da Silva. (UNEB) As transformações da representação social do negro no livro didático e seus determinantes .

3. Vilson Caetano de Sousa Junior (UNEB) Roda o balaio na porta da igreja minha filha que o santo é de candomblé

4. Vanda Machado da Silva (UNEB) Àqueles que tem na pele a cor da noite- Ensinâncias e aprendências com o pensamento africano recriado na diáspora

Mesa Redonda 5 - Imagens Negras

Coord. Maria de Lourdes Siqueira

1. Amélia de Souza Conrado A dança em contextos educacionais UFBA

2. Maria Durvalina Cerqueira Santos A cooperativa Steve Biko e a construção da identidade negra (Fac. 2 de Julho)

3. Nanci Helena Rebouças Franco Escola Teresa Conceição Menezes no bairro da Liberdade/Curuzu (Fac. 2 de Julho)

4. Maria de Lourdes Siqueira Ancestralidade e resistência (UFBA)

5. Eliane Aparecida Cerqueira Fonseca Discurso dos alunos da EJA sobre as cotas raciais (UESC)

GT DESENVOLVIMENTO HUMANO E RACISMO

16/11

SESSÃO DE POSTERS 1

1. Fabiana de Santana Cardeal e Ana Flávia Silva Pereira (UNEB) O Preconceito na busca da identidade

2. Aurelielza Nascimento Santos (UNEB) Políticas públicas de prevenção ao HIV/AIDS

3. Henrique Sena dos Santos (UNEB). Sobre o negro no futebol em Salvador na primeira metade do século XX: algumas considerações

4. Ana Fátima dos Santos (UEFS). Violência Simbólica: afirmação e negação da identidade na Diáspora

5. Altair dos Santos Lira (UFBA). Anemia falciforme no Brasil

6 Silvana Oliveira Souza (UNEB) Tempos de racialização: o debate contemporáneo enre raça e saúde pública após a Constituição Federal de 1988

17/11

SESSÃO DE POSTERS 2

1. Ana Carla Evangelista dos Santos. O terceiro setor e o desenvolvimento humano UEFS

2. Joseli Santana dos Santos. O preconceito no negro jequieense em relação a sua própria identidade UESB

3. Fabiola Cristina Santos Costa. Interdição e acesso da população negra à educação no Brasil UFMG

4. Bréscia França Nonato. Interdição e acesso da população negra à educação no Brasil UFMG Edna Gama do Nascimento – Educação e políticas públicas UESC

5. Maiara Oliviera. Políticas raciais no ensino superior: a percepção dos estudantes cotistas sobre a política de reservas de vagas na UFBA - UFBA/Programa A Cor da Bahia

GT AÇÕES AFIRMATIVAS

Dia 16/11/2007 – Enfermagem – sala 220

Das 8:30 às 10:30

Sessão de Comunicação 1 - Ações Afirmativas e educação Coord. Nádia Cardoso

1. Danielle Valverde. Ações Afirmativas e jovens negros

2. Larissa Santos Pereira. Universidade e mestiçagem, espaços e relações de poder: uma análise do discurso sobre cotas raciais enunciado por estudantes da Universidade Estadual de Santa Cruz

3. Órgão de Educação e Relações Étnicas com Ênfase em Culturas Afrobrasileiros da UESB. Programa de Políticas de Ações Afirmativas da UESB/BA

4. Marielson Carvalho. Literaturas africanas e afro-brasileira no currículo dos cursos de Letras

5. Sílvia Adriana Silva. Ações Afirmativas nas universidades públicas: a localização política deste debate

Das 10:45 às 12:45

Mesa Redonda 1 - Institucionalização das Ações Afirmativas

Coord. Wilson Roberto de Mattos

1. Wilson Roberto de Mattos (UNEB). Ações afirmativas na Universidade do Estado da Bahia: Inventário de experiências.

2. Dijenane Brasil da Conceição. Problematizando as habilidades sociais na relação com a política de permanência da PROP AAE / UFRB.

3. Wagner Duarte José Perfil do corpo discente da Universidade Estadual de Santa Cruz: indicadores para ações afirmativas? (UESC).

4. Bartolomeu de Jesus Mendes. Ações afirmativas e movimentos negros no Brasil (o lugar do bairro da Liberdade/Salvador-Ba.) PUC/São Paulo

5. Wagner Duarte José, Larissa Pereira e Girlene Écio Dias PRODAPE: Perfil e permanência na UESC - UESC

Das 14:30 às 16:30

Sessão de Comunicação 2 - Distintas ações afirmativas

Coord. Ana Célia Silva

1. Aparecida do Carmo Campos e Camila Lima. Acessibilidade da população negra à prevenção, diagnóstico e tratamento de H IV / AIDS. UNICAMP

2. Andréa Brandão e Girlene Écio Dias. A Trajetória da Lei 10.639/03 nas Escolas Públicas de Ensino Médio dos Municípios de Ilhéus e Itabuna: Ações e Interlocuções- UESC

3. Andréia Gomes da Cruz. A Ação Afirmativa na Universidade do Estado do Rio de Janeiro - UFF

4. Luis Gustavo Santos da Silva. O Ensino de África e cultura Afro-Brasileira e Africana no Colégio Status - Recôncavo Sul da Bahia: Uma experiência permeada de dilemas e possibilidades- UNEB

5. Solange Maria de Souza Moura. Tecendo o olhar do Ser no mundo; as possibilidade do ensino da arte como fator de inclusão sociocultural de afrodescendentes. UFBA

Sessão de Comunicação 5 - Curso Superior

Coord. Maria Cristina Marques Santos

1. Girlene Ecio Damasceno Dias. Pré-universitários populares: diferenças significativas nos seus cursos e percursos - UESC

2. Vânia Maria da Silva Bonfim. Universitários negros na UNEB- UNEB

3. Ilzver de Matos Oliveira. Ações afirmativas e poder judiciário- UFBA

4. Maria Cristina Elyote Marques Santos. Panorama das cotas a educação superior brasileira: de 2003 a 2007- UNEB

Das 16:45 às 18:45

Mesa Redonda 2 - Ações Afirmativas: Saúde e Educação

Coord. Romilson da Silva Sousa

1. Maira Cláudia Barbosa Araújo de Oliveira. Política de saúde da população negra em Salvador-Bahia: processo de formulação e implementação. (ISC)

2. Adailton da Silva. Ações Afirmativas em saúde: O Programa Estratégico População Negra e Aids CONF (M da Saúde)

3. Cláudia Mayorga. Dilemas da democratização da universidade: quem pode participar?( UFMG)

4. América Lúcia S. César A construção da autoria numa experiência de leitura e produção de textos no Programa Conexão de Saberes (UFBA).

5. Romilson da Silva Souza (Estudantes negros no Programa de Pós-Graduação em Educação da UNEB- UNEB

GT AÇÕES AFIRMATIVAS

Dia 17/11/2007 Enfermagem - sala 220

Das 8:30 às 10:30

Sessão de Comunicação 3 - Ações afirmativas e religião

Coord. Hamilton Santos Pacheco

1. Cristiane da Silva Santos. Espaços de Alteridade e Religiosidade afro-brasileira no Camamuzinho-Ba - UNEB

2. Silene Arcanjo Franco AUÔ - segredos de parteiras: trajetórias históricas, vivências religiosas e práticas de cura de mulheres parteiras na Bahia, ( 2000-2007) UNEB

3. Sueli Santos Conceição. Ressignificando as tradições: A diversidade das Religiões de Matriz Africana e o Impacto Ambiental.

4- Valdinéia de Jesus Sacramento- Fugitivos e Mocambos em Vila da Barra do Rio de Contas no século XIX

4. Denise Gonçalves Pinto. Educação e religiões afro-brasileiras: discursos e práticas nos terreiros e na educação formal- UFBA/ Ilê Aiyê

5. Hamilton Pacheco Santos. O neopentecostalismo e a apropriação dos símbolos das religiões de matriz africana- UESC

DAS 10:45 às 12:45

Mesa Redonda 3 - Reflexões em torno das ações afirmativa

Coord. Jocélio Telles

1. João Edson Rufino. Quem tem medo de ações afirmativas? UNEB

2. Nádia Cardoso da Silva. Ações Afirmativas e Descolonização do Conhecimento. juventude negra mobilizando-se por afirmação dos negros no ensino superior. Steve Biko /UNEB

3. Vagner Silva Alves. Padrões de Desigualdades Raciais nos níveis de ensino básico e superior para os jovens brasileiros entre 18 e 30 anos de Idade, segundo os quartis de renda per capita: subsídios estatístico para os anos de 1996 e 2005. FGV/SP

4. Ângela Figueiredo Racismo à brasileira ou racismo sem racistas: a colonialidade do poder e a negação do racismo no espaço unversitário POSAFRO/CEAO

5. Terezinha Santos. Formação de professores da EJA numa pedagogia multiculturalmente sensível. UFBA

Das 14:30 às 16:30

Sessão de Comunicação 4 - Religiosidades

Coord. Wilson Mattos

1. Joceneide Cunha dos Santos. A religiosidade dos povoados Caenda e Malhada dos Negros( UFS/UNIT)

2. Lucio Andrade da Conceição Em busca dos elementos estruturais da pedagogia do Candomblé- FAC

3. Fabio Batista Lima Candomblé e a temática corporal

4. Wiltércia Silva de Souza O Seqüestro das Santas: A Irmandade da Boa Morte e a Igreja Católica em Cachoeira, Bahia - 1989. –Faculdade Adventista da Bahia

5. Denilson Lessa dos Santos. O pior feitiço que existe é olho grosso: Crenças, saberes e práticas oficiadas por curandeiros afro-brasileiros na cura do “mau-olhado”. Santo Antônio de Jesus. Recôncavo Sul. Bahia 1940-1980.- UNEB

GT AÇÕES AFIRMATIVAS

DIA 16/11 SESSÃO DE POSTERS 1

* Carlinda Santos – O negro no ensino superior: uma pesquisa documenta - UNEB

* Fábio Soares Gomes – A juventude e as cotas: percepções de estudantes secundaristas de escolas públicas e privadas- UFBA

* Leomí Santos de Santana – Desigualdades Raciais no Acesso da População Negra ao Ensino Superior Público no Estado da Bahia UESC

* Eliete Silva dos Anjos – As políticas de ações afirmativas - algumas reflexões sobre as cotas para negros nas universidades públicas brasileiras UESC

* Luiza Gomes Ferreira – Ações afirmativas museológicas: tecendo diálogos com a Irmandade da Boa Morte

6. Daniela Silva Santos – Atitude dos professores quanto as ações dos sistemas de ensino para implementação da lei 10639/2003

7. Jairza Fernandes Rocha – A Lei 10639/2003 e o as praticas em sala de aula

8. Shirley Pimentel - Memória social e educação quilombola: o caso do quilombo Araçá-Cariacá

9. Rita de Cássia R. do Nascimento Sou cotista sim. E daí?

DIA 17/11

SESSÃO DE POSTERS 2

* Aparecida Freire da Conceição – Análise do tema afrodescendência na UESC.

* André Luís Souza de Carvalho – Relato de uma Experiência Educativa

* Dalila Fonseca Benevides – Avaliação das ações para implementação da lei 10.639/2003 na área de formação de professores no Sistema MUNICIPAL de ensino

* Leandro Morais da Luz – Construção e Consolidação de Direitos no Brasil: algumas notas sobre o Estatuto da Igualdade Racial

* Michel de Freitas Santos – O legado dos contos africanos como objeto de conscientização

* Catinane de Araújo Maia – A Lei 10639/03 e as aulas de Língua Portuguesa: Uma prática possível para a (re)construção da identidade dos alunos afro-descendentes da Chapada Diamantina/Bahia?

GT CULTURAS, AFRICANIDADES E ETNIA

PROGRAMAÇÃO

Dia 16/11/2007-

Instituto Ciências da Informação (Biblioteconomia) – sala 02

Das 8:30 ás 10:30

Sessão de Comunicação - 1 Educação

Coord. Dr. Hely Dutra C. da Fonseca

1 Dinalva de Jesus Santana Macedo. O currículo escolar e a construção da identidade 2.étnico-racial da criança e do adolescente quilombola (UNEB)

3. Eduardo Regis S. Trindade Acesso à Universidade do Estado da Bahia: um estudo de caso sobre a modalidade de cotas para afrodescendentes (período 2003 a 2006) (UESC)

4. Elísio José da Silva Maura Bastos Blume. A diversidade étnico-cultural na formação de professores (UESB)

5. Mighian Danae Ferreira Nunes. A cultura negra inserida no ensino fundamental ( Sec. de Educação)

Das 10:45 às 12:45

Mesa redonda 1 - Entre o Brasil e a África Coord. Juvenal de Carvalho

1. Luis Tomas Domingos A presença da cultura africana na sociedade brasileira (CEAO-UFBA)

2. Hely Dutra C. da Fonseca. A influência das línguas africanas na formação do português brasileiro falado na Bahia (UNEB)

3. Maria da Conceição R.Teixeira. Os jornais baianos do século XIX: algumas questões referentes aos negros - UNEB

4. Jacimara Souza Santana. Na Encruzilhada das culturas: políticas de emancipação para mulheres de Moçambique em notícias (Revista Tempo 1975-1985) (UNEB)

5. Juvenal de Carvalho Veja Angola: a imprensa como um caminho para o estudo da História da África (FTC EAD)

Das 14:30 às 16:30

Sessão de Comunicação 2 - Literatura e política

Coord. Maria da Conceição R.Teixeira

1.Lílian de Sant´Anna Maia. O ideário do branqueamento em Simoa de Adonias Filho (UESC)

2. Regia Mabel da Silva Freitas. Aurora da Rua: um sonho impresso! UESC

3. Alexsandro Bastos de Brito. Angola nas letras: a literatura como elemento de compreensão histórica - UFBA

4. Ivana Silva Freitas. Diálogos entre a literatura modernista brasileira e literatura modernista cabo-verdiana - UFPB

5. Paulo Andrade Magalhães Filho. Um Golpe de letra: a Capoeira na literatura brasileira- UESC

Das 16:45 às 18:45

Mesa Redonda 2 - Educação: falas que fazem diferenças

Coord. Maria Nazaré Mota de Lima

1. Maria Nazaré Mota de Lima A formação de professoras no CEAFRO – UNEB/ CEAFRO

2. Cláudia Miranda Transmissão cultural no sistema de ensino brasileiro e os outros saberes: perspectivas de afrodescendentes e estratégias para a interculturalidade no currículo em ação (SEC MUN EDUCAÇÃO- RJ)

3. Claudia Silva de Santana Uma comunidade negra e o samba de lata: O encontro numa escola em dissociação com a cultura popular

4. Ana Kátia Alves dos Santos (UFBA) O que é diferença? (UNEB)

5. Jônatas Conceição da Silva Saberes adormecidos versus saberes estabelecidos: Elias Guimarães viu o Ilê passar( UNEB)

GT CULTURAS, AFRICANIDADES E ETNIA

Dia 17/11/2007

Instituto Ciências da Informação (Biblioteconomia) – sala 02

Das 8:30 às 10:30

Sessão de Comunicação 3 - Identidades e resistência

Coord. Lucilene Reginaldo

1. Ilmara Valois Bacelar Figueiredo Coutinho. Histórias de leituras quilombolas: desafios e representações (UFBA)

2. Cláudia Rocha da Silva. Para a construção de uma identidade lingüístico quilombola - UNEB

3. Jucélia Bispos dos Santos. Etnicidade e memória entre quilombolas em Irará – Bahia UFBA (Sec. Educ. do Est. Da Bahia)

4. Maria de Carmem Rodrigues Fernández. A comunidade de Jatimane e as tradições dos ancestrais (Sec. Educ. do Est. Da Bahia)

5. Ana Elizabeth Gomes. A Baía de Camamu e a Diáspora Africana: cultura, memória e construção da identidade étnica em Porto do Campo –CEAO/UFBA

6. Jacó dos Santos Souza. Escravidão e Liberdade nas ruas: o conflito entre a imprensa abolicionista e a polícia na cidade de Cachoeira UNEB

Das 10:45 às12:45

Mesa Redonda 3 - História de Lutas e Festas como formas de lutas

Coord. Raphael Rodrigues Vieira Filho

1. Lucilene Reginaldo Os rosários dos Angolas: irmandades negras, experiências escravas e identidades africanas na Bahia setecentista (UEFS)

2. Jackson .André da S. Ferreira O suicídio escravo como forma de resistência (UNEB)

3. Mariana de Araújo Gonçalves Enredos e Folia: a festa carnavalesca e os itinerários de inserção social de negros e mestiços na sociedade contemporânea -(UFAP)

4. Sebastião Heber Boa Morte: das memórias de Filhinha às litogravuras de Maragogipe (UNEB)

5. Raphael Rodrigues Vieira Filho O cotidiano de lutas das populações negras em Jacobina (Bahia, Brasil) séc. XVI até XIX -(UNEB).

Das 14:30 às 16:30

Sessão de Comunicação 4 - Educação e cultura

Coord. Cláudia Miranda

1. Leidinalva Amorim Santana das Mercês Ressignificando a História do Negro na Bahia: a divulgação de fatos históricos pouco conhecidos para uma turma da EJA

2. Lúcia Amorim Santana A influência da história do Benin antigo no despertar de uma identificação positiva numa turma da EJA

3. Sheila de O. Ferreira e Nadja Maria g,ênero etnia e educação: a interiorização do ensino superior na Bahia como fator de emancipação da mulher negra (Fac. de C. Soc. de Valença)

4. Cláudia Marciana Alves de Jesus As Culturas Africanas e suas contribuições para a formação da cultura no Bairro do Pelourinho no Município de Salvador, Bahia (UNEB)

5. Patrícia Vitória Mendes dos Santos A Representação da Identidade da Mulher Afro-descendente, Tia Nastácia, em O Sítio do Pica-pau Amarelo de Monteiro Lobato ( UESC)

Sessão de Comunicação 5 - Artes e Identidades

Coord. Maria Cândida F. de Almeida

1. Fabrício dos Santos Mota. Identidades negras mediadas pela música: produção fonográfica e Reggae na Bahia contemporânea (UFBA)

2. Sueli de Souza Borges Estratégias de afirmação identitária do brasileiro cantadas em José de Assis Valente - UFBA

3. André Luis Oliveira de Santana. Humor, teatro, Bando de Teatro Olodum (FPC)

4. Ártemisa Odila Cande Monteiro. O processo de construção da identidade negra em Teresina a partir da estética africana recriada (UFBA)

5. Wanderley Monteiro dos Santos. Arte e cultura negra: em defesa de uma solidão absoluta (PUC-São Paulo)

6. Luciana Xavier de Oliveira Jorge Ben Jor e o Samba-rock: um novo gênero para uma nova identidade negra e contemporânea brasileira (UFBA)

Das 16:45 ás 18:45

Mesa Redonda 4 - Narrativas e Estéticas: Literatura, Dança, Artes Plásticas

Coord Marluce de Lima Macêdo

1. Maria Cândida F. de Almeida Estética Negra (CULT-UFBA)

2. Suzana Martins Um olhar sobre o corpo divinizado no Candomblé da Bahia ( UFBA)

3. Silvio Roberto dos S. Oliveira Os esquecidos: uma literatura dos arraiais (UNEB)

4. Suely Santos Santana Lima Barreto, Um escritor Afro-brasileiro contemporâneo (UNEB)

5. Marluce de Lima Macêdo Tradição oral afro-brasileira (UNEB)

GT CULTURAS, AFRICANIDADES E ETNIA

DIA 16/11

SESSÃO DE POSTERS 1

1.Alaize dos Santos Conceição. Ser rezadeira: experiência e práticas culturais de participantes da medicina popular. Governador Mangabeira, 1950-1970

2.Varlaney de Koch Cenas negras: um olhar étnico sobre o filme Ó Pai Ó

3. Célio José dos Santos Geografia e cultura: uma análise da abordagem cultural no pensamento geográfico

4. Cassi Ladi Reis Coutinho A estética negra em Salvador (1980-2005)

5. Suzana Pilar L. Cardoso Gutierrez “A infância é um antigamente que sempre volta”: representações da angolanidade no romance Bom dia camaradas, de Ondjak.

6. Mille Caroline Rodrigues Fernández. A memória como suporte do processo de ensino-aprendizagem na escola: A experiência de educação de crianças negras na comunidade remanescente de quilombo Boitaraca, Nilo Peçanh.

7. Hugo Leonardo da Silva Mansur O Candomblé na mídia impressa baiana

8. Márcio Santos Matos As Imagens da Africanidade e da Afro-baianidade veiculadas na exposição Salvador Negroamor

DIA 17/11

SESSÃO DE POSTERS 2

1. Deilma Santos da Cruz Etnicidades: entre Bahia e Angola

2. Silvana Carvalho da Fonseca Mc Kappa: A poética do desacato

3. Juciane Cerqueira de Souza. A experiência do racismo e a construção de identidades negras entre os batistas em feira de Santana(1964-1999)

4. Rosivânia de S. França. Afrobaianidades e a Bahia cantada: a construção de antologias como estratégia de democratização da leitura

5. Eliana dos Santos Ferreira. A identidade angolana a partir do personagem Teoria do romance Mayombe de Pepetela.

6. Andreza da Silva Conceição. Os jornais baianos do século XIX: algumas questões referentes aos negros

7. Gabriela Bernardo de Souza e Ozinete de Souza Ancestralidade africana em “um rio chamado tempo, uma casa chamada terra”.

8. Ariana Mendes Batista e Rita de Cássia Sena Carvalho. O lugar dos sonhos na escrita literária de Mia Couto.

GT POPULAÇÕES NEGRAS E TECNOLOGIA

PROGRAMAÇÃO

Dia 16/11/2007 Enfermagem – sala 126

Das 8:30 ÀS 10:30

Sessão de Comunicação 1 - Representações midiática

Coord Indira Lúcia

1. Emanuella Leite e Isabelle Celestino Representações do negro na imprensa eletrônica de Ilhéus e Itabuna - UESC

2. Vitor Teixeira e Mércia Queiroz. Você já foi à Bahia, Nega? Negros baianos, protagonistas ou platéia da “ negritude baiana” utilizada nas estratégias promocionais do destina Bahia? (1970-2006) (UNICAMP-UFBA)

Das 10:45 ÀS 12:45

Mesa Redonda 1 - Populações negras

Coord Lázaro Passos Cunha

1. Agnaldo Neiva A face virtual do racismo: discursos sobre inclusão digital (SENAC)

2. Jamile Borges da Silva. Tecnologia tem cor? Comunidades negras tecendo redes de cooperação e sociabilidade na WEB – UFBA

3. Sandro Correia, Reinaldo Lopes e Maísa Flores Lei 10639/03: a experiência do curso de Pós-graduação lato-sensu Metodologia dos Estudos Africanos e Afro-brasileiros, das Faculdades Integradas Olga Mettig (Fac. Olga Mettig)

4. Sandro Correia –O curso Candomblé e meio Ambiente: um olhar afrodescendente sobre o meio ambiente

5. Miguel Cerqueira dos Santos - Relações entre turismo e ambiente costeiro (UNEB)

GT Performances e Diálogos Artístico-Culturais

Dia 16/11/2007-

Instituto Ciências da Informação (Biblioteconomia) – sala 01

08:30 às 10:30

Sessão de Comunicação 1 - Arte e Resistência I

* Cândida Andrade de Moraes – Oficina de Representação Teatral sobre Contos Africanos

* Luísa Mahin do Nascimento – Vestes e Ritos - Vestimenta, adornos e a liminaridade na cerimônia do Candomblé Jêje na Bahia

* Maria do Socorro Silva Aquino de Deus – Tranças e Tramas: A Mulher Negra do Ilê Aiyê

* Angélica Maria da Silva – Chegança dos Mouros - A Barca Nova: Uma Manifestação Cultural Dramática Portuguesa

Das 10:45 às 12:45

Mesa Redonda 1 - Vozes, Corpos e Ritmos I

* Patricia Carla Alves Pena – Que Galera é Essa: Juventude Negra, Hip Hop e Resistência

* Joseilson Silva Oliveira & al – Rap, Mais Uma Herança da Tradição Oral Africana [performance]

* Lincon Santos – A Capoeira e A História do Negro

* José Carlos Limeira – O Negro de Ator a Autor [performance]

Das 14 às 16:30

Sessão de Comunicação 2 - Arte e Resistência II

* Lígia Conceição Santana – Becos, Ruas e Distritos: Divertimentos Negros em Salvador, 1870-1880

* Amós da Cruz Souza – Fotografias como Contribuições à Visibilidade dos Afro-Brasileiros na Escola

* Mônica Pereira do Sacramento & Júlia Paiva Zanetti – Identidade Negra e Ação Coletiva: O Que a Juventude Tem a Dizer?

* Flávio José dos Passos – O Carnaval Conquistense e a Construção de Identidades Negras

* Ana Luísa Coelho Moreira – Do silêncio ao batuque da dança afro

Das 16:45 às 18:45

Mesa Redonda 2 - Vozes, Corpos e Ritmos II

* Ana Paula Conceição Oliveira & Simone Gonçalves – Rap’ensar [performance]

* Janice de Sena Nicolin – OkêArô! Ecos do Alvorecer: Dançando na Mata [performance]

* Nelson Gonçalves – Hip Hop: Estratégias de Inserção da Negritude na Arte e Ativismo do Hip Hop em Salvador

* José Antonio Carneiro Leão – Akosebá [performance]

Associação de Pesquisador @ s Negr @ s da Bahia - APNB http://apnb.org.br http://twitter.com/apnbbahia http://apnbbahia.blogspot.com/ http://pt-br.facebook.com/people/Apnb-Apnbbahia/100001056070156

*I Congresso Baiano de Pesquisadores Negros

Universidade Federal da Bahia - 2007

*II Congresso Baiano de Pesquisadores Negros

Universidade Estadual de Feira de Santana - 2009

III Congresso Baiano de Pesquisadores Negros e III Seminário Áfricas

Universidade Estadual de Feira de Santana - 2011 - Campus Santo Antonio de Jesus

IV Congresso Baiano de Pesquisadores Negros Universidade do Estado da Bahia

V Congresso Baiano de Pesquisadores Negros Universidade Estadual do Sudeste da Bahia

   
  2009 © APNB: Associação de Pesquisadores Negros da Bahia |  Contato  |  Créditos  

Debian - GNU/Linux TWiki - Ambiente Web Colaborativo Colivre - Cooperativa de Tecnologias Livres

Editar Anexar Versões Mais...